Otávio Mesquita

Otávio Zanetti Mesquita

¤ 20/06/1959 –  † 20/01/2010
À prova de audiência

Epitáfio: Morre à míngua aquele que não doma
os desatinos da longa língua
” (Anônimo)

Na impossibilidade de fazer bem feito alguma coisa, faça nas coxas várias coisas ao mesmo tempo. Isso dá, a quem lhe observa menos atentamente, a idéia de que você é muito competente e dinâmico. Além disso, não dá tempo para que as pessoas apontem (e riam de) seus fracassos menos relevantes.

Foi com essa estratégia que Otávio Mesquita conseguiu escrever sua história nos anais do que houve de pior na televisão brasileira ao longo de anos de muita conversa fiada, algumas cirurgias plásticas e nenhum conteúdo. Mas é poética a vingança do público que negligencia sistematicamente qualquer projeto do tiozinho, premiando-lhe com o sempre criativamente saudável TRAÇO na audiência.

Nem vou mencionar a sua pífia participação em toda e qualquer desinteressante categoria de corridas automobilísticas. Também não vou mencionar a onda de bancar o DJ a que aderiu ao se colocar na capa e vender cd’s com hits dançantes (The Lounge). Filão aliás também explorado por Luciana Gimenez (Superpop), Amaury Jr. (Volumes), e o inacreditável Luciano Huck (Jóias) sendo que nesta direção, o paradigma de Mesquita, Roberto Justus, apesar de mais ridículo em sua empreitada, foi ao menos mais ousado: assassinou clássicos ele mesmo, com a própria voz, num deplorável e risível álbum próprio.

Vou falar apenas dos projetos televisivos de Mesquita que explicam o fracasso de suas empreitadas e só tem espaço numa emissora fundo de quintal e capenga como é a Band, em horários que poucos aceitariam mesmo se fossem gratuitos. Mas não é pouco o que Otávio paga por ele. De uma forma ou de outra, Band e Otávio Mesquita se merecem.

É um exercício de criatividade pensar em qual o tipo de tarado fascínora que se dispõe a, durante a semana, no rabo da noite, assistir o “A Noite é uma criança”, um programinha que entre uma piadinha e outra,  tem uma reportagenzinha de videorreporterezinhos meio-sem-graça, seguida de alguma dica de novidadezinha que o próprio Mesquita experimentou ou comprou (recentemente o vi se vangloriar de tinha um dos poucos Passat CC que rodam no Brasil, enquanto lambia o saco entrevistava um diretor da VW). Depois, pra fechar com chave de ouro, vídeos suuuuuper-engraçados ‘descobertos’ no Youtube e ensaios porno-sensuais de um certo tipo de mulher cuja técnica de agenciamento Otávio fez escola.

Também é de rachar o côco de qualquer expert de marketing a tarefa de criar uma estratégia para arrebanhar patrocinadores para um programa apresentado por qualquer coisa fazendo dupla com Daniela Cicarelli. Nem Jesus Cristo teria audiência fazendo par com a ex-senhora daquele famoso pegador de travestis, o que evidentemente não isenta Otávio de sua parcela de responsabilidade no retumbante fracasso do ‘Zero Bala’.

Sepultemo-lo antes que se movimente em direção a algum novo projeto.

Material Relacionado:
Transformista ensina Mesquita a ser jornalista


About these ads

20 Respostas para “Otávio Mesquita

  1. Couve, você está me devendo, há cerca de dois anos, o sepultamento do Datena. Aproveito para perguntar; vale cerimônia compartilhada? Então, ponha na fila a dupla de padres, Marcelo e Fábio. Grato.

  2. O que resta do lixo? Chorume! Esse Otario Mesquita é um pé no saco de tão chato. Para dizer isso já assisti seu programa da Band. Nada que prestava e o pé no saco só falava bobagens.

  3. coveiro se der faça um blog sobre a tv a cabo, se aqui ta assim lá tembem tem enganação, discovery,(o homem gravido) po aquilo foi o chute no saco, programa pra enganar trouxa.

  4. A única coisa que prestava no Otávio era qdo levava gostosas ao programa. Hoje, com a censura comendo solta em não se poder mostrar nada de gostosas nem isso tem mais no prgrama dele.

  5. Quando Deus criou o mundo, botou a fila dos chatos para quem quisesse se candidatar. Ele e o Amaury entraram diversas vezes na fila. Sabiam já que iriam encarnar nesse brasilzinho.

  6. Tavinho morreu…puta que pariu, como é que eu vou receber as 3 caixa de úisque q. eu vendi pra ele…

  7. o otavio mesquita é chato pra dedeu (como diria a vovó, sempre educada e bondosa, uma versão com semancol do garotão enterrado neste post…) as vezes em minhas noites insones (durmo sempre depois das 3) assisto seu programa… um ou dois minutos são o suficiente… pra mim trocar de canal, que os abutres devorem sua carne!

  8. Gostaria de ver seus comentários e opiniões em um blog oposto a esse, e ver se tem o mesmo talento. Me mostre quem se salva dessa sua lista e o porquê. De qualquer forma, parabéns.

  9. Oi Coveirinho,

    Acabei de descobrir seu blog no “blog do gato” e vim aqui conferir. Gostei muito e devo dizer que serei uma leitora assídua!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s