Gugu Liberato

Antônio Augusto de Moraes Liberato

¤ 10/04/1959 –  † 09/04/2010
Apresentador no armário

Epitáfio: “Dinheiro perdido, nada perdido;
saúde perdida, muito perdido; caráter perdido, tudo perdido.”
(Provérbio chinês)

Os três milhões de reais que Gugu passou a receber mensalmente desde sua transferência para a emissora do Bispo me convencem de que a recompensa pelo dano que se possa infligir à evolução cultural, intelectual ou de qualquer outra natureza – que seja – deste bravo povinho brasileiro é diretamente proporcional a eficácia dos atentados nesta intenção.

Esses atentados aos quais me refiro tem sua escala própria para justificar a indecência das casas decimais dos salários que Gugu percebe desde o início dos anos 80, época que remonta ao seu pacto de sangue com o Homem do Baú. É o índice de audiência do IBOPE, acompanhado minuto a minuto e divulgado com estardalhaço nas festinhas e jantares aos anunciantes.

Algumas pessoas me dizem que a televisão não as influencia e acredito mesmo que alguns realmente sejam imunes aos efeitos das mensagens que a histórica programação de baixo nível transmite, mesmo assim, não me surpreendem (muito) as ações cada vez mais insanas de uma nova geração de tarados, pedófilos e outros facínoras cuja formação se deu testemunhando Helen Ganzarolli e Luiza Ambiel – hoje, jovens senhoras que gozam de elevada reputação – caçando sabonetes dentro da famigerada ‘Banheira do Gugu’.

E tudo o que não se pretende fazer deste blogue é algum tipo de patrulha moral ou manual de boas práticas, mas é certo que com toda a sua escandalosa fortuna Gugu poderia, se assim realmente quisesse, prestar um relevante serviço de cunho social ou beneficente, ao invés de apenas realizar a cada domingo o sonho indecente de toda socialite paulistana ‘da gema’: despachar famílias nordestinas de volta a origem.

Não nos presta um serviço maior, ou seja, afastar-se da televisão. Ao contrário, insiste em prosseguir repetindo a mesma fórmula batida destes quase trinta anos sob o signo da perversidade e exploração da miséria material e espiritual de seus beneficiados e telespectadores.

A ‘Turma do Gugu’ (Magrão, Liminha, etc.) já havia construído um longo currículo de cretinices que incluía, entre outras, a insistente tentativa de recuperar e lucrar com a imagem do pupilo drogadicto Rafael Ilha, quando a fragilidade dos critérios éticos de Liberato gritou aos olhos até dos ceguetas do Ministério Público.

O apogeu da  insanidade de sua guerra por audiência contra Fausto Silva ocorreu em Setembro de 2003, forçando-o a dar um passo adiante em direção à danação. Não se sabe se pressionado ou por livre iniciativa, protagonizou um escândalo de grandes proporções ao exibir, em seu ‘Domingo Legal’, uma entrevista comprovadamente forjada com supostos integrantes do PCC, o partido mais conhecido pela imprensa politicamente chata como a ‘facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios de São Paulo’.

Na deplorável pantomima várias personalidades – entre elas o Padre Marcelo Rossi, políticos e rivais de Gugu – foram seriamente ameaçadas. Descoberta a farsa, seu programa teve de cumprir suspensão por ordem judicial e o episódio rendeu vários processos ao apresentador e ao SBT, que mais tarde, como haveria de se esperar, não frutificaram em maiores penalidades.

A soldo da enorme verba de marketing oriunda das empresas de Gugu e da Record, a dita mídia ‘especializada’, fabricou uma ilusão de que na nova emissora o apresentador oxigenaria sua carreira com conteúdos e objetivos mais dignos.

O telespectador, este que sempre se orgulha de ostentar o título de OTÁRIO, comprou a idéia com uma fé comovente e nem percebeu (nunca percebe!) que o engodo nada mais é que o mesmo show de horrores repetido há 20 anos, só que agora apresentado por um Augusto Liberato mais rico, mais cansado, mais envelhecido e moribundo afinal…


Anúncios

79 Respostas para “Gugu Liberato

  1. gugu é um produto prémontado no paraguay
    com prazo de validade pré determinado e o prazo
    ja venceu. seu programa se “inspirou” nos programas
    de auditorio americano ( que alias ja são uma bosta)
    e deu seu toque “pessoal”
    CHUTA QUE É MACUMBA !!!

    Curtir

  2. Gostaria de agradecer o sr Gugu e torcer para que ele viva muito e continue arrancando 3 milhões por mês do Edir.
    Aqui se faz, aqui se paga… ao Gugu 😛

    Curtir

  3. Se houvesse um abaixo assinado para expulsa-lo da tv brasileira de uma vez por todas, tenho certeza que teria mais assinaturas que a lei do ficha limpa.

    Curtir

  4. Turma do Gugu:
    Aílton Lima(Liminha)
    Alessandra Scatena
    Cláudio Chirinham(ET)(In Memoriam)
    Elisângela Souto
    Fabiana Andrade
    Helen Ganzarolli
    Luíza Ambiel
    Maíra Figueiredo(Namorada Mirim do Gugu)
    Marriete
    Pe. Marcelo Rossi
    Rafael Ilha
    Roberto Manzoni(Magrão)
    Rodolfo Carlos

    Gente…Quantos contatos terríveis!!!!!

    Curtir

    • Que castigo, sô!!! Quem mandou matar passarinho quando era pequeno? Enganar a namorada, prometendo casamento? Comprar televisão?
      …Não tem também, aquele outro – da batina – que carrega uma santinha quando canta?

      Curtir

  5. coveirinho…..adorei o texto..sempre aqui …admiro seus textos e seu jeito de expressar com palavras tão intensas ….

    Curtir

  6. “A INVEJA É A ARMA DOS INCOMPETES” – DITADO POPULAR.
    Não chamei ninguém de invejoso, e particularmente, não gosto dos comentários, como: – “vocês tém inveja da xuxa” ou ” seus invejosos… vão procurar o que fazer”. Acho argumento de gente que liga de madrugada para participarver do programa “Fala que eu te escuto”da Universal, sem cultura e sem noção.
    O que me refiro é na capacidade que o ser humano tém de fazer algo produtivo de suas vidas, ao invés de criticar o trabalho dos outros. Sentados com suas bundas gordas numa cadeira do McDonalds se entupindo de gordura e morrendo de rir quando vê uma Adriane Galisteu acima do peso em um programa de tv, transmitido no monitor da lanchonte.

    Curtir

  7. Luiz:
    Em nenhum dos meus comentários uso a palavra INVEJA. Aliás, na minha opinião, acho muito esdrúxulo usar deste pecado capital como argumentação.

    Curtir

    • “murillo Diz:
      13/04/2010 às 23:53

      Vocês adoram falar essa palavra INVEJA. Inveja, como diz o ditado, é a arma dos incompetentes…”

      Luiz Diz:
      14/04/2010 às 21:47
      “[…]Você Murillo, faz um comentário sobre INVEJA, não sei se tu chegou a ler os comentários que continuam essa palavra (recomendo-lhe nova leitura e reflexão) foram de pessoas criticando o texto do nosso autor, pois não foram capazes de entender a sua real intenção.[…]”

      Você LEU meu comentário?


      Abraços ao meu amigo Coveirinho!
      Ao infinito e além!

      Curtir

      • Isso aí, Luiz. O Murillo (com ll) usou sim!! Tou de prova. E vc coveirinho, continue de pá em punho. Tem muito defunto que já morreu mas esqueceram de avisar, estão por aí, contaminando mentes medíocres sem acrescentar nada nada que as façam sair do rasteirismo. E se faltar pá, fale com td esse povo bom que te apoia.

        Curtir

  8. Para tudo na vida, temos um propósito, acredito muito nisso.
    Conheci o blog do Coveirinho e de início notei ser algo totalmente diferente do que é feito em meio a toda essas coisas inúteis da mídia em geral, e que, cada vez, se multiplicam de maneira surpreendente, trazendo sempre novas porcarias para o consumidor se deliciar e jogar o pouco que ainda deveria lhe restar, fora.
    Na democracia, temos todo o direito de expor nossos pensamentos, nossas formas de ver, agir, de formar uma opinião a respeito do que nos é apresentado. Mas acho de suma importância, antes de expressar qualquer tipo de opinião, ter um conhecimento básico sobre o assunto em questão.
    Se vamos falar sobre uma pessoa, um produto, um programa de TV ou um blogue, devemos saber exatamente do que estamos falando.
    Para os mais desavisados, que não lêem, apenas passam os olhos sobre o que está escrito nas linhas deste blogue, é fácil dizer, julgar, e falar coisas sem sentido, sempre mudando o assunto, rodeando e acusando de formas diferentes e desfocadas.
    O coveirinho tem uma meta com este blogue, e acredito que ele tem atingido com excelência. Talvez até bem mais do que imaginava e em tão pouco tempo. Números são fatos, e eles estão à mostra para qualquer um ver.
    Você Murillo, faz um comentário sobre INVEJA, não sei se tu chegou a ler os comentários que continuam essa palavra (recomendo-lhe nova leitura e reflexão) foram de pessoas criticando o texto do nosso autor, pois não foram capazes de entender a sua real intenção.
    Uma pessoa que tem inveja de outra, teria várias formas de manifestar isso, e acredito que, a última dela seria redigir um texto tão bem escrito.

    “O homem que se vende recebe sempre mais do que vale.”

    Parabéns Coveirinho pelo seu ótimo trabalho!
    Continue na luta e não desanime com dificuldades que possam surgir, pois neste cemitério de almas penadas, rodeado de corvos, abutres, vampiros e zumbis, tu não está sozinho!

    Curtir

  9. Vocês adoram falar essa palavra INVEJA. Inveja, como diz o ditado, é a arma dos incompetentes. Estou me referindo a perda de tempo. Por que não desligam a televisão e vão ler um livro? organizar as gavetas do armário? fazer um curso on-line? Não é desmoralizando as pessoas que mudaremos a qualidade da tv e nem as celebridades existentes. O que me surpreende é a necessidade mórbida de vocês de menosprezarem pessoas produtivas. Por exemplo: Que culpa tém a apresentadora Anjélica trabalhar arduamente desde criança, enquanto a maioria de vocês namorava nas escadas do prédio ou enchia a cara de cachaça com a “galera” ou jogava conversa fiada a tarde inteira?
    Imagino que a maioria de vocês tenham barriguinhas “salientes”, daquelas que evitamos desfilar na praia. Reconheço ser uma fútil intuição da minha parte, mas é bem característica de quem menospreza os outros. Afinal, dá um trabalho perdê-la…
    Vocês querem cavar a sepultura de pessoas que desconhecem o cemitério presente. Lamentável!

    Curtir

    • Opa, opa, opaaaaaa!
      Desconhecem, vírgula!
      Pelo que me dizem em off (gente de dentro, viu?), só não pude confirmar que o Rafael Pilha e a Narcisa Tamborindeguy leram meus discursos em homenagem aos seus respectivos falecimentos.
      Tem uns malucos aí que, dizem, deram Graças por eu ter ‘aliviado’ a barra deles.
      Então, Murillo, INFORME-SE!
      E não, não tenho barriga. O trabalho de coveiro exige boa forma física.
      Já disse que estou preparando meu ensaio fotográfico pra pararem com essa besteira de dizer que sou feioso, isso sim um flagrante atentado à verdade.
      Você já leu TODAS as vírgulas deste blogue? Te pergunto: Em algum post eu disse que alguém era pobre, feio, maltrapilho? Ler novamente não é o desafio. O desafio é ENTENDER.

      Curtir

      • Querido, acredito que você também não tenha me ENTENDIDO. EU, EU, EU, que disse que você e seus seguidores tem uma barriguinha saliente. Em nehum momento, vi postagens suas com as palavras, pobre, feio ou maltrapilho. Deturpar as palavras dos outros… que coisa feia!
        O mais interessante, é que um passarinho me contou, que no site “O fuxico”. Tém um depoimento da Monique Evans dizendo que se sentiu muito humilhada com as declaraçõs lidas no blog CEMITÉRIO DAS CELEBRIDADES. O mesmo site que é visitado por milhões de pessoas. Parabéns querido, vejo que está tendo progresso. Já estou vendo o CQC Fazendo uma matéria com você sobre celebridades decadentes. Ou o Pânico. Quem sabe o próprio pessoal do “TE DOU UM DADO”, com o Título: “COVEIRINHO: O ENTERRADOR DAS CELEBRIDADES”. Adorarei ver sua carinha cavernosa dando entrevistas engraçadas e sendo reconhecido no Shopping de sua cidade. Já pensou uma fã do Marcelo Dourado pedindo pra tirar uma foto com você? Ou uma foto sua na praia com Angela Bismarchi numa dessas revistas de fofoca? Ai… Vai ser lindo!
        Do jeito que você se esforça, seu sucesso não tardará a chegar! Tanta gente que falando mal de cebridades ficaram famoso: Vesgo, Cristian Pior, Sacha Baron Cohen (caso não saiba, é o ator que fez o filme “Bruno” e “Borat”). É isso ae cara, tá no caminho certo. É a moda do momento! Seu Blog é ótimo visualmente e sua redação de excelente qualidade, não tem como dar errado. Não sou a mãe Dinah, mas pode aguardar o convite de algum meio de comunicação procurando seus serviços. Só não esqueça de agradecer ao Gugu, Otavio Mesquita, Xuxa, etc…
        Ah não… Esqueci… Você não quer ficar famoso!

        Curtir

        • Murillo,

          admito que você tem razão em alguns pontos de sua argumentação.

          Para um blogue despretensioso como este e em especial para uma pessoa modesta como eu, os números tem sido bastante relevantes. Os resultados práticos também: as pedradas tem atingido as vidraças almejadas.

          ‘O Fuxico’ é rasteiro e já ficou pequeno demais para o Cemitério das Celebridades. Provinciano sempre foi e aos provincianos fala. Se você tivesse se dado ao trabalho de ler o post de Monique Evans neste blogue teria encontrado lá o link onde o caso que você menciona é citado inclusive num programa de televisão.

          Atingimos o coração do sistema, meu jovem, em meros dois meses de trabalho e 40 mil visitas. Assessores de imprensa se desesperam e me pedem para aliviar em nome de seus empregos, advogados meia-boca me ameaçam com e-mails mal redigidos… o que está havendo, o que está havendo?

          Claro, existem milhares de blogues, fóruns, comunidades, mas o que incomoda é a minha retórica, minha acidez, minhas vírgulas maliciosas que ‘dizem pelo não-dito’. E agora, acessoriamente, incomodo pelo alcance desta iniciativa. É irônico, Murillo. Creia nisso.

          E o legal é que não são apenas as minhas opiniões que se propagam, mas a opinião de todos que usam este veículo para expressar suas próprias opiniões nos comentários. Que coisa louca, o Cemitério das Celebridades, esse obscuro blogue sem maiores pretensões NÃO é mais meu, é de todo mundo. Alguns tiram coisas boas daqui, outros passam e não entendem e outros ainda, passam, voltam e entendem finalmente.

          Não me iludo! Este meu trabalho sempre será um trabalho de bastidores, pois não me deslumbro com os spotlights, não vivo de popularidade nem de audiência. Se não dou publicidade de minha identidade civil, o faço tão-somente por que vivo de um trabalho que vai além de mostrar os dentes na frente das câmeras. Quem precisa me encontrar para conversar, informar ou processar, conhece os caminhos e já sabe quem está por trás do personagem.

          Mas eu sei como tem gente que não resiste aos apelos da fama. A minha formação e a construção de meu caráter passa ao largo desse tipo de rebaixamento que é a fama a qualquer custo, por qualquer meio.

          Curtir

  10. Ah, Coveirinho! Muito trabalho. Vc cavando, cavando, cavando… Eu limpando porquinhos, limpando porquinhos, limpando porquinhos…e devolvendo pro chiqueiro depois! Não vou te abandonar. A guerra continua.

    Curtir

  11. Passei e dei uma olhadinha pelo velório de tão especial celebridade. Vi o caixão. Luxo só. As flores foram importada da Holanda, muita tulipa. Chique, benhê. Não poderia ser diferente, pois como o visitante aí de cima mesmo falou, só os bem sucedidos tem direito a fama e ao sucesso, mesmo feito às custas das gentes desprovidas de entendimento. Claro que minha conta bancária nunca será sequer parecida com a do distinto e bem sucedido defunto em questão. E meus investimentos nunca serão aceitos em paraísos fiscais. Não aceitam salário mínimo. Tem razão os que falam mal de vc, Coveirinho, e de nós que apoiamos as poucas vozes (ou blogues) que ousam mostrar como é fácil enganar a turba circense das priscas eras dos Césares e tão atuais ainda. Dos gladiadores do Coliseu aos circos globais brasileiros, só mudou o modo de propagação da bestialidade. Agora é por via tecnológica. O povo domingueiro ávido de sensações recheadas de presentes televisivos, se empanturra com os sorrisos e ternos Armany e rolex no pulso de seus ídolos que passam a imagem daquilo a que chamam de sucesso, de trabalho construído com esforço (e mais esforço ainda para se manter no topo (?) do pódio). Amigo Coveirinho, apesar de nossa inveja, minha, tua, de tantas outras pessoas que frequentam este cemitério, não vamos desistir, não é? Se faltar pá, ou terra, ou tulipas holandesas, me chama. A gente dá um jeito.

    Curtir

  12. Querido Túlio.
    Você não é mais uma vítima por ser Brasileiro. Programas sensacionalistas se espalham pelos quatro cantos da terra. Muitas Márcias Goldsmith exploram o sofrimento alheio, principlamente na Europa. O sofrível apresentador João Kleber é apresentador de um programa em Portugal, onde suas pegadinhas de mau gosto fazem muito sucesso. O motivo de tanta apelação é a ignorãncia humana. Poucos querem ver Leda Nagle entrevistando Sérgio Britto. Entretanto, picos de audiência são concedidas ao Datena, a frente de seu Brasil urgente, onde massacres, assassinatos e estupros são mostradas às 18hs. Horário que crianças voltam da escola. O apresentador Gugu Liberato e Luciano Huck não são “bonzinhos” por entregar casas reformadas a famílias carentes, e sim, escravos de uma massa espectadora que se projeta no ganhador, na esperança de um dia ser contemplado, ou seja, audiência + patrocínio = lucro. Esta equação é usada em todas as tv´s abertas do mundo. Diderente do canal a cabo, onde programas como National Geografhic, Discovery, TV Futura entre outras, levam entretenimento com qualidade. O apresentador Marcos Mion está numa ousada empreitada a frente de um programa da Record, tentando apresentar um programa de qualidade, e terá que passar pelo mesmo crivo; cobrança por audiência, quadros inovadores, disputa por patrocínio, etc… Será que conseguirá? Não sei… Todavia, falar dele é mais fácil do que escrever um programa melhor que o dele, que gere lucro pra emissora e qualidade ao espectador. Será que você conseguiria? Não sei… mas criticar o trabalho dele e de outros apresentadores, isso, com certeza, você, coveirinho e demais almas penadas deste cemitério, conseguem!

    Curtir

    • “…que gere lucro pra emissora e qualidade ao espectador.”

      Eu me pergunto: que lucro e que qualidade a Record tem? Tenta copiar da Globo, que já não tem nenhuma qualidade, e consegue fazer pior! E o lucro? Só tem anúncio da IURD na emissora! Meu amigo, posso não fazer tão “bem” (se é que se pode usar tal expressão), mas certamente não me atreveria a fazer algo que não soubesse fazer direito. Quanto à qualidade da Globo, enfim, vê a qualidade nela quem quer. Tem muita coisa melhor pra se fazer do que assistir à TV (e o próprio brasileiro percebeu isso, tanto que as audiências vem caindo e as emissoras estão desesperadas).

      Curtir

    • Mas por que o Coveirinho, ou qualquer alma penada deste campo santo, deveria escrever programas de TV? Eles, que são os apresentadores, que se virem pra fazê-lo, oras!! Cada qual na sua função!!!
      O problema é ter capacidade pra isso, né? Essa gentalha da TV não tem capacidade nenhuma, mas mesmo assim insiste em permanecer na mídia, aos trancos e barrancos, e ainda por cima não querem receber críticas? Valha-me, Deus!!!
      Eu me esforço pra desempenhar bem a minha função… Por que Mion, Gugu, Ana Maria Brega, Jô, Faustão, etc, não fazem o mesmo???

      Curtir

    • Sim, de certo vai mandar gaúchos pro Rio Grande, vai ter a ponte do rio que não cai só desaba, patrocínio da Coca Cola, telefonia rural…. Mudam as moscas, a mediocridade é a mesma.

      Curtir

    • Caríssimo Murillo, mamador escrotal mór da corte do Fallabela e eminentes pulhas do mundo televisivo open-source. Seus inígueos proferimentos denotam de pronto que fizestes escola nos negros anos 80, época em que cortesã Xuxa ainda titubeava em dizer que conhecia o Pelé, andando de braços com o Malboro (pupilo de alcova). Se fordes um causídico, pois agiste bem como tal ao defenderdes estes endemoniados e conspurcados programas, profanadores dos nossos sacrosantos lares. Notadamente devereis também defender a idéia que o comedor de criancinhas M. Jackson, ainda vive e pior ainda que poderá fazer alguma apresentação um dia. Pobre criatura insana afasta-te destes Blog’s do mau caminho e seguíeis sofregamente em direção ao Paraíso, lá onde a terra faz plim-plim, o mantra que acalmará a sua alma perfeita. Vá para a luz! Vá para a luuuz…!

      Curtir

  13. Prezado Coveirinho;
    Acho lamentável você e demais seguidores do seu blog dedicarem-se a difamar, humilhar e denegrir pessoas, ao invés de fazer coisas melhores e mais produtivas de suas vidas. Concordo que personalidades como Luciana Gimenez, Preta Gil e Cia nada acrescentem para cultura Brasileira. Ao contrário, subtraem com sua vulgaridade ordinária e demais bizarrices. Particularmente, não assisto a esses programas insipientes e graças a Deus tenho um controle – remoto que me dá opção de mudar de canal ou mesmo desligar a tv (Acredito que você e seus seguidores também desfrutem desta mesma opção). O que me surpreende são seus argumentos contra Jô Soares; Caso você não saiba, O mesmo é uma lenda viva da televisão e do teatro Brasileiro.
    Quando sua mamãe limpava sua bundinha, o gordo, já há muitos, escrevia, produzia e dirigia diversos espetáculos, passando por uma ditadura militar que censurava e punia obras consideradas “impróprias”. Paralelamente, lamento suas críticas depreciativas para com os apresentadores Luciano Huck e Ana Maria Braga. Em tempos de celebridades instantãneas onde big brothers aparecem sem o menor respaldo, venerados por uma geração burra e ignorante, permanecer na televisão torna-se algo extremamente difícil. Ou seja, tem que ter muito talento pra lhe dar com concorrência, audiência, ibope, ausência de criatividade, problemas pessoais e de saúde, fora a conhecida “puxada de tapete”, tão conhecida no meio artístico. Posso não gostar do trabalho destas pessoas, mas admiro suas persistências e esforços para permanecer por tanto tempo no ar. Acredito que pessoas como você sofram de baixa auto estima, gostariam de realizar grandes sonhos mas não tem competência para tal. É muito fácil criticar alguém dentro de sua casa, sentado diante do seu computador, com um copo de café em cima da mesa, não precisa arriscar, ousar, perder… é mais fácil né? Já diz o ditado: Se não quer ser criticado, não faça nada, não ouça nada, não fale nada! Por isso a dificuldade em chegar ao topo, mais difícil ainda, permanecer nele! Se você ficar doente, deve desistir de trabalhar? jogar a toalha? o que falaria para um amigo com câncer ou difamado na empresa em que trabalha? tome uma overdose de remédio e desista de viver? Abandone o emprego e fique desempregado? Claro que não… Diria pra essa pessoa continuar em frente, sem esmorecer. Entretanto, estamos falando de “celebridades”, pessoas que por mais que não gostamos, são sinônimos de sucesso, riqueza e prestígio, por isso a vontade acirrada de difamar tais pessoas, quem sabe jogar um tomate em público ou fazer uma montagem de mal gosto em photoshop? Pra ter sucesso na vida meu camarada, é necessário muito esforço e persistência, inclusive ter que lhe dar com críticas destrutivas como as suas, ignorando-as sem se abater, para continuar ganhando muitos milhões de reais, algo que você e seus leitores jamais devem ter visto em suas contas bancárias.
    Todas as celebridades citadas no seu blog, permanecem vivas, atuando em suas respectivas áres. Só resta a você Coveirinho, escrever sobre a vida alheia dentro do cemitério, esperando anciosamente a decadência delas para enterrá-las com sua pá!

    Curtir

    • Discordo completamente de você, e digo mais: se você reconhece a falta de talento da Luciana Gimenez, então reconhece a falta de talento ou falta de personalidade – para quem tem talento, mas não utiliza para nada produtivo – de qualquer um que já foi citado aqui nesse blog. Além disso, no dia em que explorar a desgraça alheia for sinônimo de prestígio e sucesso, cometo suicidio.

      Curtir

      • Xi, Tulio e agora? A Maga Patalógica da Sônia Abrão explora a desgraça alheia, tem sucesso e pretígio (pra ratatulha dela, é lógico).

        Curtir

    • Liga não, Coveirinho!! O seu blogue é um sucesso, bem diferente de outros que já estive visitando, e que é tão mal formatado que nem ao menos consegui postar um comentário!!! Continue nos brindando com seus textos brilhantes, bem escritos e contundentes. Eu sei que você sabe “lhe dar” (sic) com a inveja alheia!!!!

      Curtir

  14. Olhando o “de cujus” vêm-me à memória – não sei por que – figuras do passado tais como os Césares, Ramsés e outras mais, detentoras de grandes fortunas e poder, angariados, muitas vezes, de espetáculos como o Circo Máximo ou mesmo da exploração da escravatura e da vida de povos inteiros. Causa espanto, até, que, passados milênios, vemos reeditadas muitas dessas práticas, obviamente por outros métodos, mas com o mesmo espírito. O grande refresco é que essa metodologia apenas serve para reforçar uma grande verdade: “Pulvis est, pulveres reverteres.” Pá de terra em cima!!!

    Curtir

  15. Óla,meu amigo! Coverinho Pop,estou aqui novamente e com muita honra para fazer alguns comentarios sobre esse cidadão conhecido como,GUGU… Entre pessoas dismioladas que poderiam estar bem melhor,mas viraram uma grande massa a ser devorada por um alguem sem principios e muito esperto…

    Curtir

  16. Já vai tarde… esse merda… enrolador… que só ficava atiçando a curiosidade e depois dizia: depois dos comerciais e dava risada da cara dos burros que o curtiam…

    Curtir

  17. Sem dúvida nenhuma o pior feito desse defunto foi o dia em que ele forjou aquela entrevista com os integrantes do PCC. Aquilo foi o cúmulo da falta de decência!

    Isso sem falar na irmã dele, Aparecida Liberato, outra pilantra que ganha dinheiro com a ignorância alheia, vendendo “fórmulas da felicidade” através de Numerologia.

    CruSSificamos ela semana passada. Estamos ficando especialistas em chartalões místicos.

    Parabéns por mais um serviço prestado.

    Curtir

  18. Gugu, em seu programeco na Record, já parecia moribundo mesmo… Aparentava estar deprimido, tristinho mesmo, ou com alguma doença séria, tipo um tumor que corrói ternos Armani. Mais um exemplo de que tamanha quantidade de dinheiro envolvida, em qualquer ramo de atividade neste nosso querido país, não é, de forma alguma, destinado a coisa boa.

    Que vá, de volta para a terra do Capeta.

    Curtir

    • Coveirinho:

      Preciso te falar de um que acabei de lembrar-me, e que precisa imediatamente ser sepultado, pois já exala gases de putrefação: É justamente um dos ameaçados pela “farsa do PCC”, do Programa do Cucu <<<>>>>> Puta cara chato da muléstia, urubu agourento!!!

      Curtir

  19. Oh! Como podem dar uma notícia desta assim de sopetão?! Se ao menos o Cucu Liberado estivesse internado… É mesmo muito desagradável receber uma notícia desta sem estar preparado. Se soubesse que o ped, digo, empedernido animador estivesse pela bola-sete teria comprado, pelo menos, uma caixa de “caramuru 3 rojões” ou uma dúzia de “cabeças-de-nego bin-laden” para enfumaçar a rua e assustar ou acordar aqueles que dormem mais cedo sabendo que hoje não é dia de futebol. Lamentável! Desejo ao finado um feliz repouso num caldeirão de azeite virgem da melhor qualidade e tridentes de aço inox de procedência sueca.

    Curtir

  20. O pior de tudo é imaginar as somas astronômicas ganhas por estes “senhores” (Gugu e Faustão) para fazerem o que fazem !!!!

    P.S. Seus (dos seus defuntos) epitáfios são simplesmente sem igual!!!

    Curtir

  21. O sonho do Gugu é mandar todos os nordestinos de volta para o nordeste, enquanto ganha audiência mostrando a miséria alheia. E o povo adora quando ele faz a pose de bom moço. Nisso, dá casa e os mais diversos móveis para a decoração da nova residência, enquanto seria muito mais fácil dar uma passagem de ida e volta para visitar os parentes da terra natal. E a Record do nordeste – necessariamente a TV Itapoan – também adora fazer joguinhos para que a audiência torre todos os seus créditos de celular pré-pago na esperança de ganhar cem reais ou uma cesta básica.
    Fico imaginando um programa apresentado pelo Gugu e pelo Faustão juntos. Seria nordestino dançando lambada o dia todo para conseguir voltar à sua terra natal e rever a família, enquanto o Faustão faria comentários sobre a superação e toda aquela pieguice que ele adora falar enquanto está no ar.

    Curtir

    • É isso mesmo, Túlio!!

      O povo vai às lágrimas com os melodramas protagonizados por seus semelhantes! É como se fosse uma terapia de grupo, onde eles trocam suas experiêcias de sofrimento e dor e, é claro, arrastam a audiência de outros tão desfavorecidos quanto eles! E Gugu e Faustão adoram!! As pessoas são mostradas como animaizinhos silvestres sofredores dentro de suas gaiolinhas, e que não vêem a hora de voltar para o seu “habitat natural”… Mas o engraçado é que, mesmo estando de volta à seus habitats naturais, eles continuam a dar audiência a esses malandrinos televisivos!!!

      Curtir

  22. ele podia nao so parar de mandar os nordestinos embora, mas parar de apresentar aquele programinha mediocre ( que alias nunca perdi o tempo de assistir) esse é outro q foi muuuuuuuuuuuito tarde!!!

    AGORA DEIXO ( NAO SEI SE COM X OU CH TAMANHA A IGNORANCIA) A DICA DE SEPULTAR MIGUEL FALABELA!!!!

    Curtir

  23. Começou com o “Viva a Noite”, na antiga TVS… E já era uma grande porcaria. Ninguém imaginou que o moço (que era a personificação perfeita do “Pintinho Amarelinho”) pudesse ficar tantos e tantos anos no ar… Mas, mais uma vez o telespectador brasileiro conseguiu operar esses milagres, perpetuando a permanência desse velho rapazola (assim como de muitos outros) nos pobres lares espalhados por esse Pindorama… Se o Faustão pode, porque o “Cucu Liberado” não poderia??

    Curtir

Atire uma pá de cal (comente!)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s