Gretchen

Maria Odete Brito de Miranda

¤ 29/05/1959 –  † 28/04/2010
Pioneira do setor retro-rebolativo

Epitáfio: “Em questões de dinheiro temos todos a mesma religião”
(Voltaire)

Senão a primeira, certamente a mais célebre liquidificadora de virtudes construídas ainda nos tempos da televisão à lenha, Gretchen abriu as portas do inferno para uma nova fórmula de conteúdos cuja glorificação levaria o nível dos valores que se vende na telinha a rés-do-chão, se é que ali já não se encontravam.

Nos últimos capítulos do que um dia foi a sua vida artística, não se poupou (e principalmente, não nos poupou) de cumprir integral e publicamente a via crucis de uma decadência que trafega entre o trágico e o caricato, embora não se consiga identificar claramente quando é uma coisa e quando é outra.

Em sua descida rumo aos subterrâneos da existência, estacionou em gretas antes exploradas pela pioneira do arrependimento gospel, Mara Maravilha, e seguiu à risca os ensinamentos da pós-graduada em Relativização de Conceitos no Gerenciamento de Finanças Pessoais.

Outra coisa não explicaria uma trajetória com mudanças de rumo tão radicais como as expressas em sua discografia.

Partindo de singles com títulos sugestivos como ‘Climax in the space’ (Clímax no espaço) (1981), ‘Ela Tem Raça, Charme, Talento e Gostosura’ (1983), passando por ‘Xamegando’ (1990) e ‘Tempos de Prazer’ (1995), a guinada rumo ao pragmatismo evangélico fica clara quando se analisa os títulos dos singles lançados no período compreendido entre 96 e 98: ‘Jesus É Rei’, ‘Jeová Jire’, ‘Com Alegria e Adoração’, ‘Amo Jesus’, ‘Tribo De Judá’, ‘Reino De Deus’, ‘Dom De Deus’, ‘Jesus Pode Entrar’ e finalmente ‘Anjos De Deus’.

Malograda a empreitada gospel, o retorno da Rainha-Mãe do Rebolado ao mondo cane se deu a partir de 1999 com o apelo muito comercial de novos trabalhos, ‘Louca e Selvagem’, ‘Louca Tentação’ e ‘Tentação Animal’, que são a expressão de uma força criativa que faz parecer natural sua opção de, mais tarde, protagonizar filmes pornográficos nos quais contracenou com seus maridos (cada um em sua respectiva época, fique claro), colocando na berlinda os limites entre sua vida pública e sua vida privada.

Os críticos deste projeto ponderam que a vida pessoal de um artista não deve ser tema de críticas ou comentários, mas raciocinemos: como ou o quê falar de sub-celebridades que, desequipadas de habilidades criativas, procuram manter-se em evidência – e as vezes lucrar – as custas da exposição dos episódios e características surreais que pontuam suas vidas privadas? Para ser sucinto, penso que pretender-se ‘vitrine’ de seja lá o que for, traz consigo o risco do apedrejamento.

Para falar apenas do caso em questão, como distinguir estes dois aspectos, público e privado, quando casamentos falidos e brigas familiares são os únicos conteúdos que faz questão de expor em revistas, sites de fofocas e plantões policiais? E faz questão, sim! É vívida a lembrança desta senhora se enroscando no sofá de Sônia Abrão em juras de amor eterno a Cláudio Farias, o noivo que a espancou às vesperas do casamento e que faleceria tempos depois em circunstâncias atribuídas à própria estupidez.

Não se sabe se por convicção própria ou inspirada por uma dessas idéias geniais que só os empresários do meio artístico são capazes de conceber tentou, em 2007, eleger-se prefeita de Itamaracá (PE) pelo PPS, o que lhe rendeu o dissabor de receber, nas urnas, o aval de apenas 343 eleitores da localidade (exatos 2,85% do total). A lição que esta aventura eleitoral ensina é clara: não basta possuir apenas uma bunda avantajada para se estabelecer um bom curral eleitoral, mesmo no cu-do-mundo.

Pegando uma esperta carona na equivocada definição geral do que pode ser considerado cult,  é o modelo ideal de uma geração inteira de ‘cachorronas’, ‘filés’ e ‘frutas’ além de monumento ideológico de uma democracia sexual degenerada que não poupa nem os jovens demais.

Pelo exposto, concluo que esta ocasião de seu sepultamento impõe um limite que Gretchen finalmente não pode ultrapassar em direção a condições ainda mais vexatórias.


Anúncios

87 Respostas para “Gretchen

  1. Eh coveirinho, em pensar q ontem no programa da Eliana aqueles dois naum conseguiram proferir uma só palavra q fizesse sentido em relação a essa senhora.A moça só ficava dizendo q ela tava passada, q jah tinha dado o q tinha q dar… E o rapaz,Ah pra começar ainda se deu o trabalho de dizer q naum tinha nada contra a pessoa dela.Eu disputando dinheiro ainda ia me dar o trabalho de dizer isso???? Se eles estão ali prq se odeiam…
    Coveirinho, enterra o Neto(comentarista)???Por favor…
    Bjs adoro o seu site…

    Curtir

  2. Não acredito que ela morreu. Um recente estudo do MIT provou que em caso de guerra nuclear só as baratas, a Cher e a Gretchen sobreviveriam.

    Curtir

  3. Oi, Coveirinho! Passei por outras salas mortuárias hj. Sabe como é, 2ª f, ressaca do fimdi, a mesma vidinha de lavadora de chiqueiro. A mesma compreensão, dia após dia, de qeo porco vai voltar imundo td ia de manhã. Todo dia. Dá desânimo, sabe? Vejo vc tentando explicar o que acontece realmente a esse zé povinho computadorizado e celularizado com equipamentos de ponta, mas lamentavelmente mal educado em tds os níveis. Grosseiros, embrutecidos, idiotizados mas vestindo riboque ou naique. Mas idotizados. Enganados e encharcados de contra cultura, fora da real. Graças a Deus nem todos! Não aqui no teu cemitério, onde aparecem tantos desses infelizes, mas onde passam também gente boa, de olhos atentos ao engodo das iscas envenenadas que os interesses obscuros atiram td dia no cocho onde chafurda o porco que eu tenho de limpar dia a dia. Vida longa a vc, Coveirinho! Desculpe hj meu mau humor. A gente cansa, se deprime vendo a coisa desandar e cair. E o fim do poço está longe. Um abraço, cara. Boa semana. E enterra fundo esse bando de nulidades que inunda a vidinha estúpida desta terra brasilis.

    Curtir

    • Oh, Zelia…
      Compartilho da sua visão de que estamos tentando salvar o Titanic drenando a água com xícaras de café, mas desejo-lhe muita força para enfrentar o monstro dos desencantos cotidianos.
      Garanto a você que este cemitério é uma tentativa de elevar o moral desse exército de seres humanos com capacidade de reagir às infâmias que ainda resta.
      Não é fácil, mas a cada pequena vitória, o sorriso e a satisfação de estar na trincheira mais suja, mais sangrenta e mais revestida de dignidade.
      Boa semana!

      Curtir

    • Hshshshs!
      Mesmo já merecendo, vamos aguardar para que a ‘descida’ se conclua em todos os seus passos.
      Um sepultamento agora seria poupá-la da necessária purgação.
      Mas aí está a previsão. Façam suas apostas!

      Curtir

    • WILD QUERIDA !!!!
      Que bom encontrar você por aqui !!! Te garanto, Coveirinho, essa minha amiga é uma carpideira de mão cheia !!!
      Tomo a liberdade de dar a ela BOAS VINDAS !!!!

      Curtir

  4. É lamentável a falta de talento e ter tido um fim desse
    tão decadente numa carreira de sucesso uqe ela não soube se dar valor.

    Curtir

  5. Uma lista de celebridades a serem enterradas
    neto ,comentarista da band.
    nxzero.
    todas as mulheres frutas.
    Mc creu
    espero ansiosa os proximos enterros…adoro este site.

    Curtir

  6. Ela é filiada ao PPS??? o partido da Soninha???? putz grila!!! E ainda querem que eu leve este partido a sério???? Um partido que apela para uma pessoa tão sem noção, para ser candidata a prefeita de uma cidade??? Mesmo que seja a cidade de Cudomundistão!!! Itamaracá não merecia tamanha tragédia, a de ter como prefeita, alguém como Gretchen!!!! Aliás, nem como candidata, mesmo que seja deste partideco!! Outra, onde ela conseguiu este nome??? Será que vem de Greta???

    Curtir

    • Corsário, acho que se viesse mesmo de ‘greta’, ‘gruta’ ou ‘grota’, faria muito sentido.
      No entanto, Gretchen é um nome de origem alemã ou coisa assim.
      Segundo consta na biografia da dona, o nome faz referência à um filme nacional, o Aleluia, Gretchen.
      Um abraço!

      Curtir

  7. Achava muito engraçado quando a Gretchen, para justificar a quantidade aberrante de cirurgias plásticas das quais fez uso, e que as transformaram em uma pessoa disforme, dizia: “Tudo pelos meus fãs”. Fãs??? HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    E a cova de Bruno Chateubriand, já está aberta?

    Curtir

  8. Em vista dos exceleeeentes “trabalhos” para a “Brasileirinhas” , vão-se também, neste caso, os velhos e sepultados brocardos sobre a Raimunda e a Marieta e Mariquita e Maricota.

    Curtir

  9. Pô, Coveirinho, pisou, hein?!

    Quanto à falecida, teço loas à sua análise.

    Mas se referir à localidade dos interesses eleitorais da falecida com aquele adjetivo é um bocado preconceituoso, não acha? Deixou aquele inglório, escroto e provinciano jeitinho sul-sudestista de menosprezar o que está mais ao ”norte”, no Brasil, te pegar?

    Espero haver interpretado mal.

    Um abraço.

    Curtir

    • Juca acho que entendi o que o coveiro quis dizer.
      Essas figuras aí enriquecem nas capitais e depois que perdem tudo vem tentar dar o golpe no interior pensando que o povão ainda come em cocheira como há 30,50 anos.
      Não vi intenção de esculachar daquele velho jeito que a midia sulista é mestra.Não sou de comentar por aqui mas sei que a critica do coveiro não é apenas sobre esse ou aquele lugar ,mas o Brasil em geral que permite desigualdades que permite que um lugar seja cabeca e outro o rabo quando deveríamos ser uma nação só.

      Curtir

    • Amigo Juca,

      de fato a provocação existe e você leu mesmo o texto com atenção. Mas acredite, não tem relação com o preconceito que a grande mídia sulista faz questão de propagar.

      Imagino que existam testemunhas aqui da ferocidade com que combato este estado de coisas, onde só se consideram as realidades do eixão Barra da Tijuca (RJ) e Itaim (SP).

      Ironizando esta mentalidade é que utilizo termos como ‘cu-de-mundo’, ‘cafundó’, ‘ermo’ sempre que falo de QUALQUER lugar fora destas cercanias tão valorizadas.

      Este coveiro mesmo vive num lugar, que encravado numa das mais prósperas regiões dessa colônia, não perde a qualidade de ‘cu perdido’. Somos todos irmãos nesta ‘bunda-continente’.

      Precisamos ter autocrítica o suficiente para assumirmos o rótulo, rir dele e depois, lutar para mudar essa condição.

      Tenha certeza que a minha postura e intenção não é a de ofender gratuitamente, mas a de provocar este debate que o amigo tão inteligentemente levanta.

      A questão não é se o lugar fica ou não lá onde o Judas perdeu as botas, mas sim, que o povo de lá não aceitou o engodo, mostrando que mesmo nos lugares mais distantes, as pessoas estão se conscientizando. Isso é positivo!

      Curtir

      • Explicado. Realmente, não pude conceber uma coisa dessas partindo de você, um provocador compententíssimo e muito ácido. Suas críticas estão se tornando necessárias, pois o alvo sempre acaba o levando a desmascarar essa mídia nojenta que faz questão de emburrecer nosso valoroso povo. Continue livre, esta é condição primordial. Aguardamos mais inumações. Um abraço, ao Ricardo também. Obrigado pela atenção.

        Curtir

  10. Morreu a veterana criadora do estilo Chester que tanto sucesso vem fazendo entre as moças funkeiras ou bundeiras. Peito e bunda. Frango Chester, Fiesta. Aqueles que a gente come no Natal em lugar do peru pq este fica muito caro. ´No cair do pano, ao apagar as luzes (que nunca foram muitas!) sobrou até o recurso a que o Codovil recorreu: candidatura a um cargo político. Nem pra isso deu. Quer dizer, deu certo. Pq dar, sempre foi dadivosa e exerceu bem o rebileichon com o acompanhamento de suas musiquinhas (?) irritantes que tal qual as sertanojas, calipsas ou meteóricas, nunca ninguém ficou sabendo nem o título, só tinha como referência a bunda. Fui.

    Curtir

  11. Foi tarde! Não sei o que é mais ridículo: as músicas, a carreira no geral, o momento “santa”, a volta à putaria, o atual momento dejavú, a pose de eterna adolescente, ou tudo isso misturado em um caldeirão de fiascos.
    Essa dá pra se dizer que não é nem a mãe das “mulheres frutas” (última tendência na derrocada cultural brasileira), mas sim avó…

    Curtir

  12. Uma conhecida minha me disse que a “de cujus” veio fazer um show em Ribeirão Preto – SP, e povo jogou pedra nela de tão feia que ela era, isso há uns trinta anos. Imagina agora depois de morta…. zumbizona

    Curtir

  13. Pingback: O Wordpress divulga os maiores blogs que utilizam wordpress… claro! « Criação de SItes

  14. Fiquei comovida nesse velório, principalmente ao saber da fidelidade aos maridos, com quem ela fez os filmes pornôs, desconhecia este detalhe. É uma piranhagem matrimonial, kkkk.

    Curtir

  15. Esse blog é sensacional, um dos melhores que já li. Muito bom e original. É difícil encontrar textos de humor tão bem elaborados. Parabéns e sucesso à necrópole!

    Curtir

  16. Eu acho que essa vida pregressa e atual dela, ainda se faz mais vexatória, se considerarmos o fato que essa pessoa esconde a idade até não poder mais.

    Minha santa mãezinha tem 63 anos. Quando tinha 25 (VINTE E CINCO!!), Gretchen ja era rica, reboladeira e rainha de Serra Pelada. Ela tb nao poderia ter muito menos de 21 pra isso tudo, né?

    Mas acho que nesse enterro, a morte foi boa não só pra gente, mas também pro de cujus, que não precisará mais viver sob essas pechas vergonhosas!!!

    Curtir

  17. Como se não bastasse uma vida dedicada a arte (?),
    temos a filha, que dispensa maiores comentários, e finalizando (espero!)
    ganhamos de brinde uma sobrinha, virginal pelo menos….rsrsrs
    Haja cova!!!
    vc tem muito trabalho pela frente, seja forte!
    estamos aqui na luta com vc

    Curtir

    • Caro Fabiano,
      os tétricos detalhes sobre o mergulho da estrela caída no mundo da sacanagem tiveram de ser apenas citados ‘en pasant’ (no sexto parágrafo), sendo que do contrário, este humilde coveiro correria o risco de passar como afeito a embromação, o que evidentemente não corresponde a verdade, conforme o leitor mais atento pode bem observar.

      Curtir

  18. Mais uma “Madalena arrependida”, como você bem definiu. Falar de Jesus parece ser uma moda “pós-engrandecimento da Record”, e como a própria já gosta de uma galera decadente…
    Eu acho que estão vendendo até as próprias crenças. Tudo para bancar o mais novo casamento do ano, que acontece de 3 em 3 meses.
    E, sinceramente, não duvido nem um pouco que ela tenha pedido para apanhar do rapaz. Lamento que ela usou o episódio para fazer autopromoção em vez de realizar uma campanha informativa contra a violência doméstica.
    Vai pro inferno, jaburu!

    E concordo em 100% com a Maria, enterra o Fiuk. O rapaz não canta bem, não interpreta bem, não fala nada que valha a pena ouvir e só faz sucesso com as menininhas por ser branquelo igual ao vampiro da saga Crepúsculo.

    Curtir

  19. Pôxa Coveirinho…..bem que você podia ter feito um velório duplo com a Gretchen e a filha dela !!! Já pensou que velório charmoso com mãe e filha??? Anyway, tenho uma sugestão para te dar: que tal enterrar o projeto de cantor/compositor/ator/pegador Fiuk????

    Curtir

    • Cris, teria sido você quem me sugeriu o enterro do Fiuk outro dia?
      Nem imagina a cara amiga que já tenho uma bala de prata reservada pro filhote do Fábio Jr.
      Quanto à família Miranda, nos rascunhos para a composição deste texto existiam referências à Tammy Miranda que foram suprimidas, pois se desenvolvidas em profundidade gerariam material para um blogue novo. Talvez as utilize num futuro sepultamento da sub-estrela pornô.
      Esse da Gretchen rendeu bastante, não?

      Curtir

  20. E lá se vai a matriarca do “rebolation”… que a cova reservada a ela seja mais profunda que o fosso de sua decadência artística !…

    Curtir

  21. lembrando que agora tenta entrar na moda dos singles digitais lançando em um domingo na record ,no programa tudo é possivel uma musica na versão do mesmo ritmo do calypso e dejavú…

    corage gretchen……

    aqui você estará no seu devido lugar..

    e não vai mais pagar de ridícula e tosca , que pra ganhar qualquer troquinho ,rasteja no chão…

    conga la conga…….

    Curtir

Atire uma pá de cal (comente!)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s