Fã assumido

fernando vinhas
nando_vinhas@******.com.br
187.77.246.***
2010/03/20 at 10:40 sobre Wanessa Camargo

Vamos ter uma visão:
Uma modelo vestida da cabeça aos pés com roupas de frio extremamente elegantes, casaco de pele e calça apropriada pra enfrentar uma nevasca parada em meio a praia de ipanema com uma temperatura de 40 graus.
Pois é, foi essa sensação que tive ao ler esse texto, não crítica como alguns disseram, porque crítica tem fundamentos baseados na realidade do que se é exposto e não num preconceito infundado.
Sou fã de wanessa sim, mas não sou alienado!! Daqueles que idolatram a qualquer custo e não enxergam os defeitos, erros etc.
Suas palavras foram muito bem colocadas, porém com insinuações erroneas.
Wanessa não tem vergonha do pai ou do sobrenome que carrega, apenas existe algo chamado de MARKETING DE CARREIRA, que é algo muito utilizado pelo artista quando este deseja se reposicionar ( mudar o foco do público). È algo que tanto ela quanto o pai, sabem, que OS LAÇOS FAMILIARES que eles protelam, tornam qualquer medíocre insinuação sobre vergonha das suas origens, um fator INSIGNIFICANTE!!!
Não vejo wanessa estampar milhoes de capas de revistas e protagonizar milhares de comerciais como vc disse. Pelo contrário o foco dela é totalmente contrário, a ser uma estrela desnuda ao olhar público. Com relação a televisão, se você considera estar todos os dias na tv ser sinônimo de sucesso, por que bandas como djavu, calypso etc, que são exploradas em programas como Domingo Legal e Gugu, não tem sucesso hj???Experimenta tentar lembrar de 5 musicas deles, agora faz isso com Wanessa?
Não deveria estar aqui escrevendo esse texto em função dos seus parágrafos desvairados, mas é irritante como alguns tipos de pessoas querem escrever sobre outras baseadas em visões superciais. Baseadas no preenchimento do ego, em função de dever cumprido: ta aí, detonei mas uma!!!!
Pois é meu caro, qualquer texto similar que venha a ser escrito por vc ou outros, continuarão assim, num blog que obteve 26, alias 27 com a minha, respostas ao seu post, INÚTEIS ao sucesso dela.
Infelizmente inveja não mata, mas DÓI!!!!!
sem mais.

Resposta

Coveirinho Pop
ocemiterio.wordpress.com
coveiropop@bol.com.br
187.74.74.***
2010/03/21 at 21:11 | In reply to fernando vinhas.

Amigo Fernando Vinhas,

não obstante a visão do inferno desse devaneio drag-queen na introdução de sua fala, quero deixar claro que acho dignas todas as orientações pan-sexuais.

Veja, meu caro, que dentre as mais de 30 mil visitas que este blogue recebeu desde o início dessa cruzada anti-celebridades escrotas, quarenta e tantos dias atrás, suas ponderações foram, de longe, as que mais me emocionaram.

Juro que fui às lágrimas com a sua coragem de admitir assim, no peito, que é fã ardoroso da falecida Wanessa Não-Camargo. É sempre um momento lindo quando um fã se joga por cima ao se baixar o caixão.

A lucidez e a clareza com que expõe o seu abrangente saber acerca dos métodos de marketing fundo-de-quintal realmente promoveram minha mente a um novo patamar no entendimento dos mecanismos que propiciam a existência de ídolos tão chinfrins quanto sua adorada Uã.

A objetividade e o ‘moto’ de sua fala só perdem em fluência para o destrambelhamento motivacional e mediocridade psiquiátrica da nossa douta jornalista (de fato) símbolo, Carol Caiana.

No entanto, temo que se abra aqui uma fenda por onde outros profissionais gabaritados (de fato) venham reinvindicar a prerrogativa de viajarem na maionese no intuito de justificar a incompetência de seus ídolos/clientes em função de preconceitos sofridos, o quê, por sinal, configura uma patética estratégia de engabelação e manutenção do emprego.

Muito poderia se especular sobre os motivos de Uã ter seguido os caminhos que seguiu, mas a síntese do que emana da divina ‘vox populi’ está elencada no meu TEXTO. Lambei com a testa, pois. Acessoriamente a isso, diria que estes caminhos poderiam ser bem outros se não fossem tão amadoras suas estratégias de reposicionamento. É o que acontece a quem dá ouvidos a profissionais não-gabaritados (de fato).

Em relação ao alcance deste veículo, importa saber que da forma como lhe chegou, chegará, certamente, a outros corações e mentes, que ao contrário dos que lhe equipam, não procuram eternizar o caos, mas viabilizar uma saída para si próprios e para outrem mais perdidos em meio a ele.

Pense. Aja. Revolucione.

Clique aqui para retornar ao SAC.

Anúncios

3 Respostas para “Fã assumido

  1. Tou aquiiiiiiiiiiii!!! Eu ainda não decidi se as figuras são medonhas ou horrorosas. Eu amooooooooo este cemitério!!! Além de acertar em cheio as pseudos celebridades, são um antídoto contra o mau humor e o desânimo. Sem contar que desperta meu lado EMVEJOSO de ser vista. Pelo menos aqui.

    Curtir

  2. Zeeellliiiiiiiaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!! Cadê você????? Venha me acudir, pois estou com dor no estômago de tanto rir das fotos aqui do SAC…..

    Curtir

Atire uma pá de cal (comente!)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s