Missão

Enebriadas pelos devaneios da própria vaidade ou movidas por sua absurda boçalidade, é natural que celebridades (ou quase-celebridades) não aceitem o caminho natural que todos obrigatoriamente deverão trilhar rumo ao inevitável.

Essas criaturas não compreendem o significado maior do apagar das luzes de suas trajetórias sob o crivo da opinião pública. Insistem em viver e (tentar) ocupar relevante espaço nos meios de comunicação por força de seu poderio econômico, de suas habilidades eróticas ou de sua estranha capacidade de atrair maldições ou bizarros e tragicômicos acontecimentos sobre si.

Vimos atender a necessidade de confrontar estas personas com o definitivo e desejável FIM DA LINHA.

Ousado, pungente, caótico, “freak”… O “Cemitério das Celebridades” é um libelo contra a mesmice e a supervalorização das picuinhas e tititis do universo dos famosos.