Cristina Mortágua

Cristina Mortágua

¤ 08/09/1970 – † 21/02/2011
Maria-chuteira aposentada

Epitáfio: “É parte da cura o desejo de ser curado”
(Séneca)

Embora tenha dúvidas quanto aos prós e contras de me desarmar, temporariamente, da retórica vanguardista e de utilidade pública para seguir o coro da “mídia do mundão” que se apraz em tentar atribuir – num português instrumental – ares de conteúdo ao entra-e-sai em camburões dessa geração de musas de carnavais esquecidos, peço licença aos leitores mais susceptíveis para novamente externar ponderações acerca de damas da sociedade. Continuar lendo

Anúncios

Claudia Leitte

Cláudia Cristina Leite Inácio Pedreira

¤ 10/07/1980 –  † 21/09/2010
Cantora e baiana genérica

Epitáfio: As academias coroam com igual zelo o talento
e a ausência dele.”
(Carlos Drummond de Andrade)

É conceito lapidar e universal que ninguém experimenta todas as nuanças do acre sabor do fracasso enquanto não se lança a carreira de cantora de axé. Continuar lendo

Ângela Bismarchi

Ângela Filgueira dos Santos

¤ 05/11/1972 –  † 10/05/2010
Virgem recondicionada

Epitáfio: “Eu, que só faço cirurgias bonitas, bem sucedidas,
nunca faria uma operação para me deformar

(a própria, em entrevista ao portal eBand em Jan/2010)

Não é fácil, não é fácil… E agora virei vidraça da turminha deslumbrada que adora tropeçar num arremedo de celebridade no restaurante, no avião ou no hotel pra se descabelar em pedidos de autógrafos e fotografias no celular ‘MP-tudo’. Continuar lendo

Ivete Sangalo

Ivete Maria Dias de Sangalo

¤ 27/05/1972 –  † 08/02/2010
H.E.B.E. – Honorável Embaixadora Brasileira da Empáfia

Epitáfio: “Faça o que eu digo, mas não faça o que eu  faço”

À cada geração, os ídolos que  merece. Se a frase faz algum sentido para a minha geração, para as anteriores ou para as que estão chegando agora, fico tentando imaginar o que a garotada pós-internet está aprontando pra merecer coisas de qualidade semelhante a que Ivete Maria nos traz no âmbito da relevância cultural, da conscientização das massas, da manifestação artística, etc. O negócio dela é pular, fazer pular e ganhar dinheiro! Continuar lendo