Dado Dolabella

Carlos Eduardo Bouças Dolabella Filho

¤ 20/07/1980 – † 28/10/2010 Pacifista

Epitáfio: “Tu, pessoa nefasta/Vê se afasta teu mal/
Teu astral que se arrasta tão baixo/No chão”
(Gilberto Gil)

Produto moldado na série que há 15 anos tem sido o buraco negro de onde escapam personagens cuja presunção não cabe em nossa realidade dimensional – a hermética Malhação – Dado Dolabella é um personagem de si mesmo que já nasceu sob o signo da canastrice que transcende parâmetros. Continuar lendo

Mara Maravilha

Eliemary Silva da Silveira

¤ 06/03/1968 –  † 19/04/2010
Capa da Playboy de Fevereiro de 1990

Epitáfio: “O mesmo acontece ao mérito e à inocência:
perde-se, desde que deles nos sustentemos
(Immanuel Kant)

Mara pertence a uma categoria de celebridades falidas que é das minhas favoritas: as madalenas arrependidas, tipo clássico cujos espécimes caracterizam-se pelo grande empenho em negar, na segunda parte de suas vidas, tudo o que fizeram na primeira. Continuar lendo

Xuxa

Maria da Graça Meneghel

¤ 27/03/1963 –  † 19/01/2010
Duendóloga

Epitáfio: “A beneficência é sobretudo um vício do orgulho
e não uma virtude da alma”
(Marquês de Sade)

Quando penso em Xuxa e nas milhares de mentes definitivamente prejudicadas por suas pregações e seu exemplo entendo a amplitude do arregaço social pelo qual todos nós vimos pagando não apenas em impostos, mas também com a problemática da gravidez precoce, do inchaço populacional, dos bolsões de pobreza, do aumento da criminalidade, de nossa escancarada corrupção moral e política. Continuar lendo

Rafael Pilha

Rafael Ilha Alves Pereira

¤ 07/03/1973 –  † 19/01/2010
Nóia-Símbolo do Brasil

Epitáfio: “Aprendi que malandro é o cachorro que, para não levar pontapés, se faz de morto”

Se tempo de televisão disponível para dar desculpas esfarrapadas e declarações insanas é sinalizador de uma carreira artística bem sucedida, esse melhor amigo de Sonia Abrão conheceu um tipo extremo de sucesso. Continuar lendo