Luana Piovani

Luana Elídia Afonso Piovani

¤ 29/08/1976 – † 17/11/2011
Atriz quebra-barraco

Epitáfio: “Eu sou você amanhã” (máxima do “Efeito Orloff”)

O mundo da moda sempre supera a própria capacidade de incorporar ao inconsciente coletivo – a reboque das necessárias transformações culturais e comportamentais que lhe são, afinal e de fato, inerentes – conceitos e personas cujas irrelevâncias deveriam permanecer submersas em seus meandros. Continuar lendo

Angélica

Angélica Ksyvickis Huck

¤ 30/11/1973 – † 25/08/2011
Apresentadora backup

Epitáfio: “Muitos combatem a tirania apenas para
que possam estabelecer a sua própria.”
(Platão)

Mais que ferida exposta da passividade dos nativos da nação lucianohuckizada, cada uma das duas décadas da carreira de Angélica justifica por si a ascensão de tantas impostoras que sob a égide de sua irrelevância transitam impunes e vivem seus melhores dias ciscando aqui e ali. Continuar lendo

Cristina Mortágua

Cristina Mortágua

¤ 08/09/1970 – † 21/02/2011
Maria-chuteira aposentada

Epitáfio: “É parte da cura o desejo de ser curado”
(Séneca)

Embora tenha dúvidas quanto aos prós e contras de me desarmar, temporariamente, da retórica vanguardista e de utilidade pública para seguir o coro da “mídia do mundão” que se apraz em tentar atribuir – num português instrumental – ares de conteúdo ao entra-e-sai em camburões dessa geração de musas de carnavais esquecidos, peço licença aos leitores mais susceptíveis para novamente externar ponderações acerca de damas da sociedade. Continuar lendo

Susana Vieira

Sônia Maria Vieira Gonçalves

¤ 23/08/1942 – † 08/12/2010
1,61 m de ego superdimensionado

Epitáfio: “Diga-me com quem andas e eu te direi quem és”
(Adágio popular)

Se ao custo de todos os tratamentos estéticos que o dinheiro pode pagar Susana Vieira conseguiu livrar a carcaça dos efeitos mais agressivos do tempo, este, por sua vez, em toda sua implacável sabedoria cobrou um alto preço ao privá-la da mais alentadora faculdade que afinal se desejaria encontrar em um ancião: o senso de ridículo. Continuar lendo

Fernanda Lima

Fernanda Cama Pereira Lima

¤ 25/07/1977 –  † 02/04/2010
VJ do além

Epitáfio: “É melhor merecer honrarias e não recebê-las
do que recebê-las sem merecer
(Mark Twain)

Falar ao público, comunicar-se com as pessoas é coisa que exige responsabilidade e mente aberta à crítica e aos opositores, não necessariamente inteligentes, um e outro. No tocante a esta empreitada a que me lancei, entendo as implicações de declarações que por vezes ferem interesses diretos, indiretos e improváveis. Continuar lendo

Monique Evans

Monique Evans

¤ 05/07/1956 –  † 26/03/2010
Linda de ontem, doida de hoje

Epitáfio: A esperança seria a maior das forças humanas se
não fosse o desespero
(Victor Hugo)

Eis aí um exemplo de bizarra decadência e que nos convida a reflexão sobre até quando é digno envelhecer – e enlouquecer – sob o olhar da opinião pública. Sempre que a vejo, desempenhando o grotesco papel da titia aloprada no qual se agarrou depois da maturidade, invade-me uma sincera amargura. Continuar lendo

Luciana Gimenez

Luciana Gimenez Morad

¤ 03/11/1969 –  † 10/03/2010
Aquela lá que logrou o Mick Jagger

Epitáfio: “A ambição é o último recurso do fracassado
(Oscar Wilde)

Poderia-se dizer que La Gimenez, entre tudo o que há de mais deplorável na televisão brasileira, é singular. Mas, só não é bem assim porque a RedeTV! ainda não conseguiu fazer jus ao rótulo de emissora de tv: é apenas uma ‘firma’ de mídia, como tantas outras de fundo de quintal cujo dono atende a porta com um cigarrinho no canto da boca, vestindo molambos fedorentos e calçando chinelos encardidos. Continuar lendo