Gugu Liberato

Antônio Augusto de Moraes Liberato

¤ 10/04/1959 –  † 09/04/2010
Apresentador no armário

Epitáfio: “Dinheiro perdido, nada perdido;
saúde perdida, muito perdido; caráter perdido, tudo perdido.”
(Provérbio chinês)

Os três milhões de reais que Gugu passou a receber mensalmente desde sua transferência para a emissora do Bispo me convencem de que a recompensa pelo dano que se possa infligir à evolução cultural, intelectual ou de qualquer outra natureza – que seja – deste bravo povinho brasileiro é diretamente proporcional a eficácia dos atentados nesta intenção.

Esses atentados aos quais me refiro tem sua escala própria para justificar a indecência das casas decimais dos salários que Gugu percebe desde o início dos anos 80, época que remonta ao seu pacto de sangue com o Homem do Baú. É o índice de audiência do IBOPE, acompanhado minuto a minuto e divulgado com estardalhaço nas festinhas e jantares aos anunciantes.

Algumas pessoas me dizem que a televisão não as influencia e acredito mesmo que alguns realmente sejam imunes aos efeitos das mensagens que a histórica programação de baixo nível transmite, mesmo assim, não me surpreendem (muito) as ações cada vez mais insanas de uma nova geração de tarados, pedófilos e outros facínoras cuja formação se deu testemunhando Helen Ganzarolli e Luiza Ambiel – hoje, jovens senhoras que gozam de elevada reputação – caçando sabonetes dentro da famigerada ‘Banheira do Gugu’.

E tudo o que não se pretende fazer deste blogue é algum tipo de patrulha moral ou manual de boas práticas, mas é certo que com toda a sua escandalosa fortuna Gugu poderia, se assim realmente quisesse, prestar um relevante serviço de cunho social ou beneficente, ao invés de apenas realizar a cada domingo o sonho indecente de toda socialite paulistana ‘da gema’: despachar famílias nordestinas de volta a origem.

Não nos presta um serviço maior, ou seja, afastar-se da televisão. Ao contrário, insiste em prosseguir repetindo a mesma fórmula batida destes quase trinta anos sob o signo da perversidade e exploração da miséria material e espiritual de seus beneficiados e telespectadores.

A ‘Turma do Gugu’ (Magrão, Liminha, etc.) já havia construído um longo currículo de cretinices que incluía, entre outras, a insistente tentativa de recuperar e lucrar com a imagem do pupilo drogadicto Rafael Ilha, quando a fragilidade dos critérios éticos de Liberato gritou aos olhos até dos ceguetas do Ministério Público.

O apogeu da  insanidade de sua guerra por audiência contra Fausto Silva ocorreu em Setembro de 2003, forçando-o a dar um passo adiante em direção à danação. Não se sabe se pressionado ou por livre iniciativa, protagonizou um escândalo de grandes proporções ao exibir, em seu ‘Domingo Legal’, uma entrevista comprovadamente forjada com supostos integrantes do PCC, o partido mais conhecido pela imprensa politicamente chata como a ‘facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios de São Paulo’.

Na deplorável pantomima várias personalidades – entre elas o Padre Marcelo Rossi, políticos e rivais de Gugu – foram seriamente ameaçadas. Descoberta a farsa, seu programa teve de cumprir suspensão por ordem judicial e o episódio rendeu vários processos ao apresentador e ao SBT, que mais tarde, como haveria de se esperar, não frutificaram em maiores penalidades.

A soldo da enorme verba de marketing oriunda das empresas de Gugu e da Record, a dita mídia ‘especializada’, fabricou uma ilusão de que na nova emissora o apresentador oxigenaria sua carreira com conteúdos e objetivos mais dignos.

O telespectador, este que sempre se orgulha de ostentar o título de OTÁRIO, comprou a idéia com uma fé comovente e nem percebeu (nunca percebe!) que o engodo nada mais é que o mesmo show de horrores repetido há 20 anos, só que agora apresentado por um Augusto Liberato mais rico, mais cansado, mais envelhecido e moribundo afinal…


Anúncios

76 Respostas para “Gugu Liberato

  1. Oh tadinho….. “passarinho quer dançar, o rabinho balançar, porque acaba de ser demiti do dô”…….

    enfim…. este canal merecia um comentario mais adulto e plausível, mas… vendo que o homenageado da vez, é este Senhor, me contento com isso…

    Curtir

    • JOANA EU OUVI TUDO O QUE FALAM SOBRE O APRESENTADOR GUGU LIBERATO EU NÃO PENSO ASSIM EU GOSTO MUITO DELE E DEMIRO TODO O TRABALHO DELE ELE É NA VERDADE UMA PESSOA MUITO BOA EU NÃO ACREDITO NAS MALDADES QUE COMENTAM SOBRE A IMAGEM DELE EU SOU ASSIM EU SÓ ACREDITO NO QUE VEJO E EU JA VI MUITAS QUALIDADES NELE ENTÃO POR ISSO PÓDEM FALAR O QUE QUISEREM MAIS EU NUNCA VOU DECHAR DE TER ESSE CARINHO QUE EU TENHO POR ELE ELE É MEU GRANDE IDOLO GUGU DEUS TE ABENÇOE MEU QUERIDO E QUE TE COMSERVE SEMPRE ASSIM MARAVILHOSO E PÓDE TER SERTESA QUE SE DEUS É POR NÓS QUEM PODERAS SER CONTRA NÓS UM BEIJO DE SUA FÃ E ADEMIRADORA MARIA JOANA RODRIGUES DA SILVA

      Curtir

  2. A bondade do Gugu realmente é comovente. Todo domingo distribuindo casas, agora montou uma escola no seu programa e com certeza a escola vai trazer alegria e cultura aos seus fãs. Eu admiro o trabalho dele. Consegue arrebanhar mais ovelhas que muitos pastores dominicais, némesmo? O trabalho a que ele se dedica tem objetivos nobres, iguais aos do Faustã, da Eli, da Lucianta… Enobrecedor. Deus aneçoe o Gugu. E a terra lhe seja leve.

    Curtir

  3. AS PESSOAS TEM QUE DESENVOLVER SEUS TRABALHOS, DE UMA FORMA JUSTA E SINCERA, NAO FAZENDO DOS SEUS AMIGOS UMA ESCADA PARA SUBIR ISSO FOI QUE ACONTECEU COM O NOSSO AMIGO DE GUGU, FOI INJUSTIÇADO, E NAO PODE SE DEFENDER, OS HIPOCRITAS, O CALUNIARAM.COMO PROVAR.QUE DEUS ABENCOE. OS SEUS CAMINHOS GUGU

    Curtir

  4. Esse blog é um espaço democrático, ou seja, um espaço político onde sempre haverá adversidade de opiniões, críticas, enfim esses conflitos de opiniões sempre existirão. Não importa se somos uma minoria provida de um pensamento diferente dos outros, mas é a nossa maneira de ver o mundo. Pode ser que uma maioria, uma massa populacional no s critique. Tudo bem é um direito deles, da democracia. Agora eu só acho que as pessoas devem fazer as escolhas que possam ser as melhores possíveis a elas mesmas. Quando se fala de um músico do gênero Restart, por exemplo, ninguém aqui tem inveja deles, apenas estamos dando nossa opinião de como seria melhor se a música não fosse algo tão comercial, mas mais significante, expressivo. Eu acho que, com esse pensamento, o mundo seria melhor, porém eu, com essa minoria que pensa como eu, não podemos mudar o mundo assim, de uma hora para outra, pois tem gente que tem um pensamento mas não pensa em mudar, e esse é o maior erro do ser humano. Essa dificuldade de mudança. Se aprendermos isso, teremos um mundo melhor. Se os EUA aprenderem a preservar a natureza, termos um mundo com os recursos naturais preservados e seremos mais felizes com isso. Mas, se as pessoas são a favor disso, o que fazer?? Mudar nosso pensamento? Não. Temos que fingir que estão certas, pois são a maioria, e contra isso não há nada que se possa fazer. Se o sistema é de um jeito, como algumas poucas pessoas vão querer mudar algo???

    Curtir

  5. Adorei a forma pela qual você descreve Gugu. Aqueles quadros que ele exibe em seus programas promovendo encontro dos familiares parece passar uma imagem ao telespectador de que ele é uma pessoa boa e justa com as pessoas. Na verdade, aquilo ali que Gugu nos mostra está apenas acontecendo atrás de uma tela de televisão, da sua televisão, cujas imagens estão sendo projetadas através de um feixe de elétros, por um tubo. Mas alguém convive com Gugu? Alguém pode afirmar com certeza se ele é essa pessoa que realmente ele está mostrando ser? Não só Gugu como outras pessoas que, muitas vezes, querem se passar por pessoas boas só para não pegar feio pra elas. Se tivesse o dinheiro que tem, ajudaria cada pobre que encontrasse na rua. Estou falando isso pois conheço minha pessoa e me sinto bem ajudando os outros. E são essas as pessoas de que o mundo precisa. Pessoas que se preocupem com o pobre, e não fiquem fazendo sensacionalismo na TV só para paracer se humilde e do bem. O verdadeiro cristão é aquele que faz bons atos e não fica esperando coisas. Talvez Gugu seja diferente do que estou falando, mas o que eu quero dizer é que o mundo precisa de pessoas boas, que se preocupem com os outros e não consigo mesmas e seus interesses que as rodeiam. E que, as pessoas devem ser observadoras, ou seja, não serem convencidas por esses feixes de elétrons que a mídia nos empurra, elas devem ter suas opiniões e fazer análises.

    Curtir

  6. Ehh, se o Mion vai salvar a Tv Record e a TV Barsileira (é Barsileira mesmo), pode até ser…

    Mas conseguirá Mion, salvar a humanidade antes que o trem da danacao eterna passe por cima de todos?

    Nao perca no próximo capitulo deeeeeeeeee:

    SPECTREMION!!! SPECTREMION!!!!!

    Fala serio…. só rindo mesmo dos defensores da Mídia!

    Curtir

  7. Coveirinho.
    Desejo-lhe força e perseverança nesta empreitada de enfiar essa defuntada toda debaixo da terra.
    Inglório é seu trabalho e mutias vezes pode se apresentar desanimador. Mas você é o escolhido. Te darei sempre uma ajuda quando a pá se demonstrar por demais pesada e suas mãos começarem a reclamar.
    Passarei a visitar esse cemitério com maior frequencia e dar meus pitacos quando assim se fizerem pertinentes.

    Curtir

  8. coverinho voce é 10 e seus textos ótimos adoro le-los. eu também queria saber quando vai ser o enterro do neto aquele mala não suporto aquele cara.

    Curtir

    • Valeu, Nei!
      Meu velho, só de pensar no ‘crack’ Neto tenho dores de cabeça…
      Vou precisar de uma dose reforçada de analgésicos para escrever sobre ele.
      Será que algum laboratório se dispõe à uma permuta?
      Um abraço.

      Curtir

Atire uma pá de cal (comente!)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s